Digam adeus ao Flash em 2020

Esta tecnologia que foi base para o e-learning durante décadas, definitivamente tem os dias contados.

Temos más notícias para quem ainda está a usar regularmente o Adobe Flash nos seus portais e conteúdos de e-learning.

Recentemente a Google anunciou que em 2020 o seu browser Chrome deixará de ser compatível com o Flash. Ele será removido em breve e o Chrome 76 já o bloqueou. O Chrome não é o único que fez isso,  a Adobe e a Mozilla não irão suportar o Flash no futuro. Nos últimos 20 anos, o Flash foi a tecnologia com que  jogámos, assistimos a vídeos e executámos aplicações Web. Mas nos últimos anos, desde que as tecnologias mobile apareceram, o Flash deixou de ser usado. Até há três anos atrás, 80% dos utilizadores da Internet visitaram um site com o Flash todos os dias. Hoje essa percentagem é de apenas 17% e continua a diminuir.

E que impactos podem existir?

Isso significa que todos os recursos em Flash ficarão inacessíveis para a maior parte das pessoas.

Portanto, sugerimos que analise os seus conteúdos, que estão partilhados na Internet, no seu website ou plataformas de e-learning, e verificar se estes estão atualizados para as novas tecnologias, como o HTML5.

Se não estiverem, está no momento de tratar da conversão e adaptação desses conteúdos. A verdade é que há conteúdos e recursos criados que podem ainda ter valor nos dias de hoje e que não queira descontinuar.

A Clouts tem experiência nesse contexto e poderá ajudar a resolver esta limitação.

Artigos relacionados